domingo, 13 de outubro de 2019

Chamada Dossie - Revista Soicologias

Caros leitores,

Sociologias está lançando hoje uma nova chamada para propostas de dossiês
temáticos para as edições de 2021 e primeira de 2022.

Leia o Edital em Noticías, em nosso site.

Se preferir, faça dowload do .PDF no link:

https://drive.google.com/file/d/16GFSJyPL6M0A-r0IDO4hMmPOM3FyI_qT/view?usp=sharing


Ficamos na expectativa de receber suas propostas.

Saudações cordiais

Jalcione Almeida
Editor
Sociologias

Universidade Federal do Rio Grande do Sul
Fone (51) 3308-6625
revsoc@ufrgs.br
Sociologias
PPGS - UFRGS
Sociologias
Revista do Programa de Pós-Graduação em Sociologia-UFRGS
http://www.seer.ufrgs.br/index.php/sociologias

sexta-feira, 27 de setembro de 2019

Chamada Artigos Revista Aleph

Chamada para a publicação de artigos
Dossiê "CAMINHOS DE RESISTÊNCIA EM EDUCAÇÃO: FAZERES INSTITUINTES".
A educação é um campo atravessado por desafios, seja no aspecto macro - políticas - , seja do micro - ações, decisões, posicionamentos cotidianos.
Diante de cenários e discursos que apontam para a fragmentação, desmonte e precarização da educação, da escola, das práticas docentes e discentes, educar é resistir, pois que é enfrentamento cotidiano contra um dado historicismo hegemônico que despotencializa vozes e forças que emergem do saber-fazer educativo.
Movidos pela convicção de que a escola é lugar de pluralidade, convívio com a diferença, produção de sentidos e afetos do mundo e da sociedade, convidamos a toda comunidade acadêmica para a submissão de artigos para o dossiê "CAMINHOS DE RESISTÊNCIA EM EDUCAÇÃO: FAZERES INSTITUINTES", a ser publicado em dezembro de 2019.
Lembrando que os autores podem submeter para outras secções, acessehttp://www.revistaleph.uff.br/…/REVISTAL…/about/submissions… para ver as nossas normas.
Aproveite e acesse a nossa revista de número 32, que está no ar desde julho 2019. http://www.revistaleph.uff.br/index.p…/REVISTALEPH/…/view/41
Atenciosamente,

Comissão Editorial.


Chamada CERU

CHAMADA PARA ARTIGOS

Estamos recebendo artigos a serrem publicados nos próximos números da revista Cadernos CERU.
O próximo exemplar será o número 2, vol. 30. Serão bem vindos artigos que tratem da temática "Novos olhares sobre o cotidiano", no entanto, podem também enviar artigos sobre outros temas, pois os números seguintes ainda não têm temática definida.
Os artigos devem ser envviados por meio da página dos Cadernos CERU no Portal de Revistas da USP (https://www.revistas.usp.br/ceru/) e quaisquer dúvidas podem ser tiradas pelo e-mail ceru@usp.br.

sexta-feira, 6 de setembro de 2019

Educação e Pesquisa novo numéro

Prezados leitores e colaboradores,
Educação e Pesquisa tem o prazer de divulgar uma entrevista e  os novos artigos acrescidos, durante o mês de agosto, ao volume contínuo 45, de 2019.
Logo_Principal_Site_Scielo 300dpi.jpg
Seção: Entrevistas
Josep Maria Puig: uma vida dedicada à Educação em Valores  
Arantes, Valéria; Araújo, Ulisses F.; Silva, Marco Antonio Morgado da
Seção Temática: Educação Especial
  
  

Carácter monocultural de la evaluación diagnóstica de necesidades educativas especiales en contexto mapuche
Gutiérrez-Saldivia, Ximena; Millán, Segundo Quintriqueo; Zambrano, Vanessa Valdebenito  

Embates e disputas na política nacional de Educação Especial brasileira
Kassar, Mônica de Carvalho Magalhães; Rebelo, Andressa Santos; Oliveira, Regina Tereza Cestari de  



Seção: Artigos 

Lima, Iana Gomes de; Hypolito, Álvaro Moreira
Hoffmann, Celina; Zanini, Roselaine Ruviaro; Moura, Gilnei Luiz de; Machado, Bárbara Parnov
Ferreira, Flávia Martinelli; Wiggers, Ingrid Dittrich

Agenda do Banco Interamericano de Desenvolvimento para a rede municipal de ensino de ManausAranha, Rudervania da Silva Lima; Oliveira, Selma Suely Baçal de



Boa leitura!

quinta-feira, 5 de setembro de 2019

Revista CPC - Educação Patrimonial

Revista CPC nº 27 e Dossiê Educação Patrimonial
A Revista CPC promove a reflexão sobre o patrimônio em seus diferentes aspectos, como  identificação, registro e preservação do patrimônio cultural, bens culturais, manifestações e tradições materiais e imateriais e outras questões relativas à valorização e acesso ao patrimônio cultural. A edição 27 traz o especial Dossiê Educação Patrimonial, com uma ampla e importante reflexão sobre o tema.
69592905_2808731709155354_3201998355114754048_n.png



terça-feira, 20 de agosto de 2019

Revista Sociologias

Caros leitores,

Sociologias acaba de publicar seu último número com o dossiê "Mudanças
climáticas, ciência e sociedade". A edição está disponível em
https://www.seer.ufrgs.br/sociologias

Convidamos você a navegar pelo sumário da revista para acessar os artigos.

Aproveitamos para anunciar o lançamento de uma nova seção na revista,
denominada "Brazil Today". Esta seção está dedicada à publicação em
inglês de resumos expandidos de pesquisas sobre problemas cruciais que
afetam a sociedade brasileira. Com isso, a revista busca favorecer o
diálogo internacional no campo da análise sociológica com foco no Brasil.
Leia mais na página de notícias de Sociologias:
https://seer.ufrgs.br/sociologias/announcement

Boa leitura!

Sociologias
v. 21, n. 51 (2019): Mudanças climáticas, ciência e sociedade
Sumário
https://www.seer.ufrgs.br/sociologias/issue/view/3587

Editorial
--------
A sociologia e as mudanças climáticas
        Jalcione Almeida

Dossiê
--------
Mudanças climáticas, ciência e sociedade
        Lorena Cândido Fleury,  Jean Carlos Hochsprung Miguel,  Renzo Romano Taddei
A “geopolítica infraestrutural” do conhecimento climático: o Modelo
Brasileiro do Sistema Terrestre e a divisão  Norte-Sul do conhecimento
        Jean Carlos Hochsprung Miguel,  Martin Mahony,  Marko Synésio Alves Monteiro
O painel brasileiro de mudanças climáticas na interface entre ciência e
políticas públicas: identidades, geopolítica e concepções
epistemológicas
        Tiago Ribeiro Duarte
Transformaciones de la narrativa del cambio climático global en Uruguay
        Javier Taks
Narrativas científicas sobre petróleo e mudanças do clima e suas
reverberações na política climática brasileira
        José Eduardo Viglio,    Gabriela Marques Di Giulio,     Fabiana Barbi,  Lúcia da
Costa Ferreira
La vida social de la energía: Apuntes para el estudio territorializado de
las transiciones energéticas
        Gustavo Blanco-Wells
Quando climatologistas encontram cientistas sociais: especulações
etnográficas sobre equívocos interdisciplinares
        Renzo Taddei,   Sophie Haines

Artigos
--------
“Um bombeiro pede socorro!”: socialização, treinamento e sofrimento na
formação bombeiro militar
        Fábio Gomes de França,  Luziana Ramalho Ribeiro
A ordem e a desordem da natureza: o sertão e a Amazônia em Gastão Cruls
        Marco Aurélio Coelho Paiva
Laicidade do Estado: dimensões analítico-conceituais e suas estruturas
normativas de funcionamento
        Luis Gustavo Teixeira da Silva
Betinho e as ONGs: sociogênese de uma nova militância
        Fernando Lima Neto

Interfaces
--------
Doenças raras, drogas órfãs e políticas para a incorporação de
tecnologias nos sistemas de saúde: repercussões sobre a teoria e prática
da Avaliação de Tecnologias em Saúde
        Hillegonda Maria Dutilh Novaes, Patricia Coelho de Soárez

Resenhas
--------
O sonho como uma produção social
        Bruno Costa Barreiros,  Débora Previatti

segunda-feira, 19 de agosto de 2019

Novo volume da Revista Brasileira de Educação




Cara leitora, caro leitor,

É com satisfação que anunciamos o lançamento do quinto bloco de artigos do volume 24 da Revista Brasileira de Educação - RBE, com 06 textos no total, sendo 05 artigos em português, 03 deles também versados em inglês, e 01 em inglês.

RBE adota a publicação avulsa e digital, que é uma das ênfases da produção e divulgação de conhecimentos e processos no contexto da ciência aberta. 

Convidamos você a acessar a Revista e a/o estimulamos a encaminhar artigos de suas pesquisas que tenham afinidade com o escopo editorial da RBE.

A Comissão Editorial.


Lista dos artigos publicados no volume 24

ARTIGOS
             Link para Entrevista


ANPEd/Secretaria Geral - R. Visconde de Santa Isabel, 20 Cjto. 206-208 – Vila Isabel
Tel: (21) 2576-1447 e (21) 2576-2172
Fax: (21) 3879-5511

sexta-feira, 9 de agosto de 2019

Dica Laboratório de Pesquisas Sociológicas Pierre Bourdieu

Dica boa da GPSiana Morgana Dreon:
Laboratório de Pesquisas Sociológicas Pierre Bourdieu, coordenado pela professora Ione Valle, na UFSC. 
O grupo é bem ativo e é possível acompanhar pelo facebook o que eles produzem.
https://www.facebook.com/gpefesc/

segunda-feira, 5 de agosto de 2019

Preservação do patrimônio cultural no Brasil


Qual o lugar da natureza nas políticas de identificação, preservação e valorização do patrimônio cultural promovidas por órgãos como o Condephaat e o Iphan? Este curso de difusão pretende apresentar um panorama das ações destas instituições no âmbito do patrimônio natural, entendendo-o como parte constituinte das reflexões e ações sobre o patrimônio cultural. Será discutida sua conceituação, trajetória de atuação e casos paradigmáticos, bem como será apresentada uma leitura crítica da bibliografia disponível.

Usualmente relegada aos instrumentos previstos pela legislação ambiental — que trata de questões ecossistêmicas em parques, unidades de conservação, áreas de preservação, etc — a natureza é entendida nesse curso não só conceitualmente integrada à reflexão do patrimônio cultural mas também como elemento necessariamente mobilizado pelas políticas e ações dos órgãos de preservação. Debater a trajetória da ação no campo do patrimônio natural por parte de órgãos como o Condephaat e o Iphan permite refletir sobre e difundir trajetórias outras que aquelas normalmente associadas à história do patrimônio cultural no Brasil, marcadas pela posição hegemônica de discursos ligados à arquitetura e ao urbanismo e à categoria “patrimônio edificado”. Afastando a natureza da ação dos órgãos de preservação, mantendo-a limitada à atribuição da legislação ambiental, corre-se o risco de se negligenciar os sentidos, significados e valores culturais associados por diferentes grupos aos espaços naturais, bem como em insistir no mito de uma natureza intocada e ausente de ação humana. Nesse sentido, a ação dos órgãos de preservação pode potencializar a valorização e salvaguarda das memórias de grupos sociais não privilegiados pela história oficial, destacando sua relação cotidiana com espaços naturais.

Programa
12/9. A construção da noção de patrimônio natural
17/9. O Iphan e a proteção do patrimônio natural
19/9. A experiência paulista de preservação de áreas naturais, o Condephaat
24/9. A Unesco e o contexto internacional
26/9. A patrimonialização da natureza no contexto da Política do Patrimônio Imaterial e da Chancela da Paisagem Cultural Brasileira
28/09 (sábado). Aula de campo no Parque do Povo 
1º/10: Oficina com documentos oficiais

Sobre os ministrantes
Danilo Celso Pereira é geógrafo pela Universidade de São Paulo (USP), mestre em Geografia Humana também pela USP e mestre em Preservação do Patrimônio Cultural pelo Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (IPHAN), tendo desenvolvido as atividades práticas do programa junto à Coordenação de Paisagem Cultural do Departamento de Patrimônio Material e Fiscalização (DEPAM) da autarquia federal. Atualmente é discente em nível doutorado no Programa de Pós-Graduação em Geografia Humana da USP e pesquisador convidado do Grupo do CNPq do Instituto Florestal do Estado de São Paulo intitulado “Planejamento e Monitoramento de Áreas Naturais Protegidas”. Tem experiência nas áreas de Geografia e Patrimônio Cultural, atuando principalmente nos seguintes temas: geografia crítica, cidades-patrimônio, patrimônio natural, paisagem cultural, políticas públicas de preservação e educação patrimonial. 

Felipe Bueno Crispim é licenciado em História pela Universidade Estadual Paulista (Unesp), Campus Assis. Mestre em História pela Universidade Federal de São Paulo (Unifesp). Foi relator do processo de tombamento do Centro de Engenharia e Automação do Instituto Agronômico (IA) pela Diretoria de Patrimônio Artístico e Cultural de Jundiaí e membro do Conselho Editorial da Revista Patrimônio, Memória e Cidade, da Secretaria de Cultura de Jundiaí e parecerista da Revista Arqueologia Pública do Núcleo de Pesquisas e Estudos Ambientais (Nepam–Unicamp). É autor do livro Entre a Geografia e o Patrimônio: estudo das ações de preservação das paisagens paulistas pelo Condephaat (1968–1989) e membro do Grupo de Trabalho em História Ambiental da Associação Nacional de História — Seção São Paulo (Anpuh SP). Atualmente é doutorando no Programa de Pós-Graduação em História da Universidade Estadual de Campinas, Unicamp na linha de pesquisa História Intelectual, Cultura Visual e Patrimônios.

Serviço
Data e horário: 12/9 a 1º/10/2019, terças e quintas-feiras, das 14h às 17h
dia 28/9, sábado, das 9h às 12h
Carga horária: 21h
Vagas: 32
Público-alvo: profissionais e pesquisadores do campo do patrimônio cultural, estudantes, educadores e interessados em geral
Local: Casa de Dona Yayá (Rua Major Diogo, 353, Bela Vista – São Paulo/SP)
Inscrições gratuitas
Interessados devem preencher o formulário disponível em forms.gle/DCKMTBBaKkkxeLv27 até o dia 11/8.
Os selecionados serão notificados a partir do dia 19/8 exclusivamente por e-mail, devendo então confirmar a disponibilidade em participar do curso. Em caso de desistências, serão notificados os inscritos em lista de espera.
Critério de seleção: será avaliada a justificativa de interesse pela participação solicitada no formulário de inscrição

SEMANA EDUCOM 2019

SEMANA EDUCOM 2019
Direitos Humanos e educação: fundamentos para uma prática transformadora  

IMG-20190801-WA0069.jpg

Como os Direitos Humanos podem orientar a prática pedagógica? A Semana Educom 2019 inicia o mês de agosto com o tema “Direitos Humanos e educação: fundamentos para uma prática transformadora”. O diálogo entre Direitos Humanos e educação será feito através de questões que impactam estudantes e docentes, como a infância, o apagamento social, a saúde mental e o Ensino Médio das escolas públicas brasileiras
Nossa programação completa com todas as pessoas convidadas já está disponível em nossa página. Para saber mais,acesse aqui

Venha participar da Semana Educom e ajudar a pensar essa prática transformadora!
O evento ocorrerá de 05 a 09 de Agosto, a partir das 19h30 no Auditório Lupe Cotrim, no primeiro andar do prédio central da ECA-USP.